CANAL DA AÇÃO CULTURAL

Loading...

domingo, 13 de dezembro de 2015

PLAY LIST - LUIZ GONZAGA COMO NASCENTE E COMO UM RIO PARA A CULTURA BRASILEIRA



Um presente para Gonzaga e para vocês.

Hoje, 13 de dezembro, dia de Santa Luzia e nascimento de um brasileiro muito especial, Luiz Gonzaga.
Já participei de muitas experiências envolvendo juventude, cultura e cidadania. A Caravana Luiz Gonzaga Vai a Escola, foi uma das melhores. Se queremos uma juventude e um país melhor, a direção é seguir pela rota que a Caravana Luiz Gonzaga indica. As manifestações dos estudantes do movimento ocupaescola, também respaldam a afirmação acima.
Nossos agradecimentos ao velho Lua, a toda a equipe da Caravana Luiz Gonzaga, ao patrocinio Funarte-Ministério da Cultura e aos parceiros e apoiadores.

Mais um presente em homenagem a Luiz Gonzaga, acompanhado da saudade do professor José Augusto que partiu “para uma outra espécie de vinculo” e para todos que gostam de ser brasileiros e nordestinos, mesmo com “uma das elites mais opulentas, antissociais e conservadoras do mundo” conforme palavras de outro brasileiro genial, Darcy Ribeiro



Cultura popular para mim é nascente, é fonte. Fonte de inspiração, fonte de criação artística para quem se descobre capaz.

Acho muito importante o trabalho daqueles que se preocupam em cuidar das fontes da nossa cultura popular, cuidando da autenticidade e da manutenção dos elementos essenciais da tradição.

O que incomoda às vezes,  é quando estes guardiães de nosso memória cultural, consideram as criações contemporâneas que se nutre da  cultura popular, como algo secundário e  desimportante ou quando tentam impor a idéia da superioridade da cultura produzida no passado.

Penso que devamos criar todos os meios possíveis para que as fontes da cultura popular  sejam  resguardadas, em especial com o uso da tecnologia e com a transmissão dos conhecimentos e saber  dos mestres  para as novas gerações.

É bom quando vemos novas criações a partir do legado das culturas ancestrais e penso  que devamos celebrar quando isso é feito com talento e maestria.

Portanto,  preservar e promover a cultura popular, assim como a recriação,  a ressignificação  e  incentivar a mistura com o que é atual, não são incompatíveis, pelo contrário, é dessa maneira que a tradição cultural perdura e é valorizada.

Luiz Gonzaga  fez isso, quando   nos deixou a canção  Asa Branca, dentre tantas,  canção cuja melodia e alguns versos, ele ouviu quando era menino, conforme relatado a seguir:

(...) O velho Januário nunca escondeu de ninguém que Asa Branca era uma música sua. Dominguinhos conta que um dia estava em Exu, na casa de Januário: “Enquanto seu Luiz tocava "Asa Branca" na sanfona, Januário comentou comigo: ‘Esta música aí foi esse negro safado que roubou de mim’, claro que em tom de brincadeira. Januário também havia se apropriado da música, que fazia parte do repertório de dos sanfoneiros da região, como também dos cegos que tocavam nas feiras em troca de dinheiro. Além do mais "Juazeiro", "Meu Pé de Serra", "Vira e Mexe", sucessos inaugurais de Luiz Gonzaga também eram temas musicais correntes no Sertão, e foram levado por ele em seu matolão, quando deixou o povoado do Araripe, Exu (...), http://sintoniahp.blogspot.com.br/2009/08/20-anos-sem-luiz-gonzaga-asa-branca.html930.

Dessa maneira Luiz Gonzaga foi  nascente e foi rio. Fonte quando  traz o que é profundo e essencial e rio quando  compôs ou interpretou canções frutos da mistura  de diversas águas nascentes.

Outros seguiram e seguem este caminho e merecem também a nossa homenagem.

Zezito de Oliveira - Educador e Agente/Produtor Cultural

Outras sugestões de músicas podem ser enviadas na parte dos comentários.

Ouça outras plays lists

domingo, 14 de dezembro de 2014

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015


O CLIP ABAIXO ESTÁ SENDO ACRESCENTANDO A ESSE POST EM 13 DE DE DEZEMBRO DE 2017.






















Nenhum comentário: