CANAL DA AÇÃO CULTURAL

Loading...

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Pensando o cotidiano e a sua relação com as eleições de 2016

O que é preciso fazer para conquistar o voto de eleitores que pensam diferente, que pensam novo, mas diferente e novo de verdade. Não como slogan, frase de efeito ou truque de marketing. Novo e diferente como Pepe Mujica, Eduardo Suplicy ou Papa Francisco.


----------------------------------
Já decidi os votos em Aracaju, para prefeito (a) e vereador (a). Como nenhum deles (as) conseguiram "roubar o meu coração", não dá para fazer campanha/publicidade. É o tipo de voto com ressalvas.
Sei que tem gente em situação pior do que essa, como por exemplo quem mora nos municipios da grande Aracaju e em muitas cidades do interior. Em alguns casos compreendo a situação de quem irá votar nulo.


------------------------------------

Hoje, 29/09/2016, teve debate na rádio Xodó FM de Socorro com os candidatos à prefeito da cidade. Fiquei sabendo através do twitter de um ex-aluno, Horácio Nascimento, agora locutor de rádio. Bom sujeito e bom profissional. Solicitei a ele que encaminhasse a minha pergunta para os organizadores do debate. “bom dia, Horácio pergunte aos candidatos, se eles compreendem a arte e a cultura como aliada da educação, da segurança e da saúde? Caso compreendam a arte e a cultura dessa maneira, o que eles pretendem fazer caso eleitos, para ampliar os investimentos em arte e cultura?”
Ao começar o debate desliguei o rádio, porque as perguntas são escolhidas pelas coligações, como dito na abertura do debate. Na verdade, os regulamentos dos debates em Sergipe tem sido mais conservadores do que os realizados no Rio e em SP. Não consideram a participação da população e muito menos de representantes de grupos, coletivos, ongs e movimentos sociais.
Nesse último caso, só vi acontecer com um debate de eleição presidencial que assisti há anos atrás, através da Rede Vida de Televisão . Com populares, muitos debates do RJ E SP ainda fazem e, com uma diversidade de perguntas e de jornalistas de perfis diferentes que fazem outras, colocando os candidatos em cada saia justa. Isso em um dos blocos,
Sobre o primeiro e único debate que assisti com os candidatos a prefeitos de Aracaju , o qual assisti pela internet, comentei o seguinte, via youtube: "Parabéns pela iniciativa! Mas esse negócio de "notáveis" não é um tanto antidemocrático? O pior, com o reaça e autoritário dono da Jovem Pan Bahia e Sergipe. E se colocasse, lado a lado, este senhor com um representante do "notável" movimento do não pago, (equivalente ao movimento passe livre). "coisas" de provincia. Outra questão, faltou "povo", cheiro de povo, neste debate. Mais uma vez, "coisas de provincia". Não houve um momento para "populares" fazerem perguntas aos candidatos."
Em termos de sacada, gosto do que fez o candidato hacker de São Paulo, Pedro Markun. Penso que será preciso essa capacidade de quem é candidato representando causas mais progressistas. Inovar no uso das redes sociais, sem ficar esperando pelos debates tradicionais ou utilizando formatos conservadores de campanha, tanto na web, como fora.
Afinal, como acreditar em mudanças de verdade, com candidatos que utilizam o velho figurino e os velhos adereços em matéria de comunicação e de relacionamento com os cidadãos-eleitores..

Confira a página do Pedro Markun no facebook. AQUI


-40:02
 ----------------------------------

O paí ó, o Nassif escreveu tudim o que penso sobre a candidatura de Haddad. http://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-de-fernando-haddad-e-da-frente-das-esquerdas#.V-uwZkJ9F0s.twitter


-----------------------------------------------

28/09/2016 - men e women, é claro que todos (as) vocês tem direito de escolher os candidatos que quiserem. Mas pelo menos se forem divulgar, dê motivos. Se você for um artista ou um fazedor/produtor de cultura, que a opção do candidato pelo crescimento das oportunidades e investimentos em arte e cultura estejam evidenciadas.
E já que hoje é dia do aniversário do grande Tim Maia
Me dê motivo


 -------------------------------------------------
"Você não vale nada mas eu voto em você."
O taxista sabe das histórias envolvendo o candidato com corrrupção politica, assim também com outros tipos de corrupção, como corrupção sexual de menores.
Mas vota assim mesmo. Será que a solução para a humanidade, é mesmo um meteoro?
  ------------------------------
26/09/2016 -  São Cristóvão chegando ao fundo do poço. Também nesse momento de decisão. Um problema que colabora para isso, é a falta de um espirito de organização da população, o que não é diferente da maioria dos municipios brasileiros, com uma espera de soluções sempre vinda do alto. Diante disse, as frustrações com a administração municipal foram crescendo de forma ininterrupta durante duas décadas. Como experiência, posso citar o movimento PROFASC. Houve um momento em que percebi, que a realização do mesmo por iniciativa da prefeitura e do governo do estado era praticamente inviável e se fosse realizado, repetiria os mesmo equivocos do velho Festival de Arte de São Cristóvão (FASC). Diante disso, sugeri a alternativa aos agentes culturais que integravam o coletivo, para que fizéssemos algo semelhante a uma espécie de Sarau, o qual manteria a chama acesa do retorno do evento em futuro incerto, mas que porém serviria como um instrumento de aglutinação e de mobilização permanente pró cultura, infelizmente a proposta não foi considerada. Ontem , visitando o ensaio aberto no parque dos cajueiros percebi que há uma galera jovem que busca criar espaço culturais de participação, sem esperar ou depender das estruturas do poder estatal.
----------------------

Não me interessa pesquisas. Poucos candidatos me conseguem convencer com palavras, olhar e ações. Se estivesse em São Paulo estaria com certeza mais magro e precisando trocar o sapato depois da campanha. Uma pena se a cidade de São Paulo não estiver a altura de Fernando Haddad. Como tenho a certeza na frente e a História na mão, assistirei a declaração de muitos eleitores arrependidos no futuro. Que o espirito da sabedoria paire sobre a cabeça da maioria dos eleitores paulistas, como paira sobre a cabeça de Haddad.

----------------------------------
Para mim, um dos maiores acertos da campanha de Marcelo Freixo foi iniciar a discussão do programa de campanha um ano antes, buscando envolver uma quantidade maior de pessoas, não somente militantes do PSOL. Com isso, foi capaz de trazer um leque bem maior de pessoas para fortalecer a campanha. Será necessário manter essa mesma sistemática após as eleições. Independente do resultado. As campanhas, as candidaturas e os governos de esquerda,precisarão estar abertos ou permeáveis a participação da sociedade organizada e não organizada, neste último caso, via internet. Do contrário sucumbirão as pressões dos lobbys empresariais.
"Seu programa de Governo começou a ser feito em 2015, dialogando com vários setores da sociedade de todos os lugares do Rio. Jefferson Barbosa, de 19 anos, participou da jornadas “Se a cidade fosse nossa” que resultou no documento."




------------------------------------
Acabo de receber esse alerta geral:.
Já que dia 2 tá chegando.
Digamos que Você venda seu voto por 500 reais, você ficou feliz. Ai, você pega os R$ 500 e divide por 48 meses, (4 anos) que vai da R$ 10,41 por mes. Ou seja ao dia seu voto vai custar 0,35 centavos. Ou seja por 0,35 centavos, você fica sem saude, sem educação, sem emprego, sem saneamento básico, sem moral. Portanto, não vende seu voto, exerça sua cidadania.
#FicaADicaPraTodos
------------------------------------ 

Dez mandamentos do eleitor consciente.
Prof. Dr. Fernando Altemeyer Junior – PUC-SP.
Gato escaldado tem medo de água fria. Conheça o passado e a biografia do candidato a prefeito, vice, vereador e a trajetória do seu partido na defesa das causas populares. 2. Dize-me com quem andas e te direi quem és. Descubra as alianças do partido e do candidato, a que classe social pertence, que interesse defende, com quem está articulado. 3. Toda mentira tem perna curta. Confronte a imagem e o discurso do candidato com a sua prática política passada e presente. 4. Em rio que tem piranha, jacaré nada de costas. Exercite sua inteligência política votando em candidatos que defendam as causas populares e preparando-se para os dois turnos das eleições para prefeito/a, com coerência de valores e de projeto político. 5. Quem semeia vento colhe tempestades. Analise os projetos do partido do candidato para o mandato que ele vai exercer e como ele propõe algo novo. Suas propostas são transformadoras ou conservadoras?
6. Quem engorda o porco é o olho do dono. Veja e analise a campanha do candidato. Seus gastos. Qual o seu slogan? Por que ele o escolheu? 7. Uma andorinha só não faz verão. Quem e quais serão os secretários municipais e os assessores dos vereadores na Camara Municipal? Qual o seu passado e as suas lutas em favor da real democracia e da distribuição da riqueza e do poder na cidade? 8. Aquele que não quer quando pode não pode quando quer. Como o candidato visa atender aos anseios de participação do povo? Da sociedade civil? Das varias instituições nacionais? Quais serão os canais de participação popular no passado político do candidato? 9. Quando a esmola é muita, o santo desconfia. As propostas do candidato são viáveis, concretas, populares ou somente promessas e mentira eleitoral? 10. Papagaio come milho, periquito leva a fama. Até que ponto esta eleição será mais um passo no avanço da luta da classe trabalhadora e dasperiferias? Como este processo eleitoral ajudará na maior organização dos negros, mulheres, jovens, crianças, e a sociedade civil organizada?
O que está escrito acima foi publicado no facebook nesse periodo eleitoral. Depois acrescentaremos outros posts.
Zezito de Oliveira - Educador e Produtor Cultural



Nenhum comentário: