CANAL DA AÇÃO CULTURAL

Loading...

quarta-feira, 29 de março de 2017

Mano Brown na Rádio Brasil Atual



[Ao Vivo] Mano Brown no programa Hora do Rango na Radio Brasil Atual

Para ouvir/assistir clique AQUI

'limpeza'

Para Mano Brown, pobres estão mais conservadores e com mentalidade elitista

Líder do Racionais MC's, na Rádio Brasil Atual: "O cara que mora em uma comunidade e vota em um aristocrata, que nunca sofreu nada, se sente como o Doria'"
por Redação RBA publicado 29/03/2017 11h44, última modificação 29/03/2017 14h31
Racionais MC's / Divulgação
mano brown foto.jpg
Para o rapper, pensamento conservador da população faz com que policiais, religiosos radicais, homofóbicos e racistas sejam eleitos.

São Paulo – Em participação no programa Hora do Rango, da Rádio Brasil Atual, na terça-feira (28), o rapper e líder dos Racionais MC's, Mano Brown, criticou a reforma da Previdência proposta pelo governo de Michel Temer. Ele classificou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287 como uma "limpeza" da próxima população de idosos. "A intenção deles é que os velhinhos morram antes, fazer uma limpeza, porque eles não vão sobreviver sem aposentadoria. Não dá para viver até os 70 anos para se aposentar, já que com 45 anos você não arruma mais emprego. A grande maioria trabalha no informal, no subemprego, sem carteira assinada. Vai ter um exército de gente jogada na rua", disse .
Brown apontou que a população da periferia está mais conservadora e lembra da vitória do prefeito João Doria (PSDB) no seu bairro, o Capão Redondo. "Lá ele teve 48% dos votos." Mesmo com o aval da sua comunidade, o rapper disse que medidas de Doria, como apagar os grafites da cidade, são retrocessos, mas que não se surpreende, pois acredita que a sociedade brasileira tem uma "mentalidade elitista".

"Quem votou no Doria, pensa como ele. O cara que mora em uma comunidade e vota em um cara aristocrata, rico de raiz, que nunca sofreu nada, ele se sente como o Doria. No governo Lula, a pessoa comprou um carro, uma moto, um celular caro, agora ela quer trancar tudo com um cadeado e colocar a polícia na porta para defender. Eu converso com as pessoas nas ruas. Tem quem diga que não leva o filho no CEU (Centro Educacional Unificado) porque é onde estão as 'piores crianças'. É a mentalidade elitista do brasileiro."
facebook/reprodução mano brown foto.jpg
Mano Brown, na Rádio Brasil Atual: 'É preciso cuidado com todo tipo de preconceito'
Para o rapper, tal pensamento conservador da população faz com que policiais, religiosos radicais, homofóbicos e racistas sejam eleitos. "Você soma tudo e pergunta: quem tá elegendo? O Hitler? Não. É o brasileiro comum, mas que pensa como um alemão".

Ainda sobre política, Brown afirmou que a intolerância e os preconceitos presentes no Brasil foram alguns dos motivos do impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, afirma Brown. "Se você analisar que você teve um presidente que veio do nordeste, metalúrgico e as pessoas falavam que ele era analfabeto e sem diploma. Depois entrou uma mulher, em um país machista. De uma hora para outra, tudo acabou e voltou a ser o que era antes. O povo é intolerante com essas pessoas."

Música

Sobre seu primeiro álbum solo, intitulado Boogie Naipe, lançado no final do ano passado, o cantor e compositor disse que, apesar de o disco seguir uma linha musical diferente do Racionais MC's, o novo trabalho também tem a sua cara. "Tem uma época da música, que vai de 1977 a 1982, quando eu era adolescente, que eu considero a melhor fase. A minha geração ouviu muita música americana e ouvimos muito funk, disco e alguma coisa de rock. O disco é inspirado nessa fase."

Ao falar sobre música, o artista voltou a criticar os preconceitos da sociedade sobre gêneros que fazem sucesso nas periferias, principalmente o funk. "Tem que tomar cuidado com os tipos de preconceito. O funk existe porque o povo aceita e elegeu como um estilo de música para ouvir. O funk não é a primeira música que fala sobre assuntos banais, a novela já fala sobre isso. Você vai ter preconceito com outro favelado? Com um moleque que podia estar no tráfico, mas está fazendo funk? Você está errado."
Ouça a íntegra da participação de Mano Brown no programa Hora do Rango.

Depois de divulgar dois singles nos últimos meses, Mano Brown apresenta seu primeiro cd solo ao público. Trata-se de um trabalho paralelo à sua carreira com seu grupo, pois o Racionais segue firme e unido com shows por todo o país.


Leia a matéria abaixo no endereço original. AQUI
 
O cd intitulado “Boogie Naipe” mostra uma pegada bem mais soul, resgatando o funk das antigas. São cerca de 22 faixas no estilo dos bailes blacks dos anos 70 e 80, apresentando um lado bastante romântico do vocalista do Racionais. O processo musical do disco começou ouvindo muito muita música. Segundo Brown“ouvindo Marvin Gaye”, músicas mais românticas, assuntos mais adultos. Para ele o trabalho tem uma outra abordagem também, uma análise mais profunda da sua comunidade, das vidas das pessoas. Tudo parte de uma realidade, de uma necessidade de ser útil sempre.

Nas palavras do próprio Mano Brown, podemos entender que: “Não é um disco de todos os estilos não. É um disco de Funk e Soul. É uma visão minha de Funk e Soul, Música Negra. Não é um disco de World Music, um monte de coisa misturada. É um disco que tem uma direção. É um disco negróide, não diria resgate, pois a minha projeção é pra frente. Eu uso uma química nova, uso uma mistura que já existiu e crio uma química nova. Você pega a coisa do soul, com alguma coisa de outra época com alguma coisa de agora e mistura tudo e faz uma outra música nova. Como quase tudo que existe hoje é uma mistura com alguma coisa que já existiu”.



O ídolo e músico americano Leon Ware, parceiro do saudoso cantor Marvin Gaye está entre as participações especiais do cd solo de Mano Brown. Ele participa da faixa Felizes/Heart to Heart. Além de Leon Ware, muitos outros músicos e amigos estão no cd, como o experiente Hyldon, o músico William Magalhães, o veterano músico Carlos Dafé, o cantor e compositor Seu Jorge, o rapper Du Bronks, o parceiro Helião do grupo RZO, o rapper e letrista Don Pixote, o produtor DJ Cia, os irmãos Max de Castro e Wilson Simoninha, a cantora Ellen Olléria, Mara Nascimento, Dado Tristão entre outros nomes de peso da música negra brasileira. “É um disco do Brown, mas com a participação e colaboração de muito amigos ai” explica Mano Brown.
  


A produção musical do disco é de Mano Brown e Lino Krizz, que também assinam a direção artística do disco. A ficha técnica está recheada de talentos. Cada faixa está lapidada com excelência com direito a participação dos instrumentais de orquestra do Estúdio CNSO STUDIO- PRAGUE- CZECH REPUBLIC (da República Tcheca) na faixa “Flor do Gueto”.

Nesse álbum de estreia Mano Brown fala com seu público de uma forma mais intimista mudando o foco do coletivo para o individual, dialogando com as pessoas de uma forma mais sentimental. “Fazer esse disco foi um grande aprendizado, uma faculdade”, conclui. Para o primeiro single “Amor Distante” um clipe já foi apresentando ao público em outubro passado. Com direção de Fábio Iadeluca o vídeo clipe foi gravado em NY e SP. Outros vídeos podem surgir também, promete a produtora que está trabalhando forte no lançamento deste álbum desde que assumiu a carreira do Racionais e Mano Brown no ano de 2012.

Nos últimos anos Mano Brown já vinha trabalhando algumas composições dessa fase solo nas suas apresentações individuais ao lado do experiente cantor e parceiro musical Lino Krizz e do veterano DJ Dri.  A materialização do aguardado disco vem consolidar o seu projeto musical Boogie Naipe.

Toda a produção gráfica do disco é assinada por Pedro Inoue. Inoue é o Creative Director da Adbusters Magazine. Já seu trabalho comercial inclui clientes como David Bowie, Damien Hirst, Greenpeace & Ryuichi Sakamoto. As fotos foram feitas pelo fotógrafo profissional Klaus Mitteldorf, que já assinou as capa dos álbuns “Sobrevivendo no Inferno” e “Nada como um dia após o outro dia” dos Racionais.

A produção executiva é da Produtora Boogie Naipe. O primeira álbum solo do rapper paulista foi masterizado no Quad Recording Studios NYC nos EUA em julho deste ano, repetindo a parceria que começou com o Cd do Racionais “Cores e Valores” em 2014. Assim como já são distribuídos os trabalhos do Racionais, a logística de distribuição digital do cd está nas mãos da competente Onerpm.

Recentemente em pesquisa da revista Billboard Brasil Mano Brown ficou na lista dos 50 artistas mais completos do Brasil ocupando a posição de número 27 devido à relevância do seu trabalho em mais de 25 anos de carreira.
capa
22 faixas – Track List #BoogieNaipe
1) SINTA-SE BEM COM O BOOGIE NAIPE / feat. Wilson Simoninha
2) GANGSTA BOOGIE / feat. Lino Krizz
3) MAL DE AMOR / feat. Lino Krizz, Ellen Oléria
4) BOA NOITE SÃO PAULO / feat. William Magalhães, Lino Krizz
5) MULHER ELÉTRICA / feat. William Magalhães
6) FOI NUM BAILE BLACK/ feat. Hyldon, Lino Krizz
7) LOUIS LANE / feat. Seu Jorge, William Magalhães
8) DANCE, DANCE, DANCE / feat. Don Pixote, Seu Jorge
9) DJ VITÓRIA RIOS / feat. Vitória Rios
10) FLOR DO GUETO / feat. Lino Krizz, Max de Castro
11) LA ONDA / feat. Lino Krizz, Nelson Conceição
12) NOVA JERUSALEM / feat. Carlos Dafé . Mara Nascimento, Dado Tristão e Lino Krizz
13) NAVE MÃE / feat. Lino Krizz , Ellen Oléria
14) POR MIM E NĀO POR ELAS
15) ADICTO / feat. Dado Tristão
16) FELIZES / HEART 2 HEART / feat. Leon Ware
17) AMOR DISTANTE ( RAP ) / feat. Lino Krizz
18) AMOR DISTANTE ( BLUES ) / feat. Lino Krizz
19) DE FRENTE PRO MAR / feat. Lino Krizz
20) VOCE E EU… SÓ! / feat. Lino Krizz
21) BOOGIE NAIPE, BABY!
22) FELIZES

Nenhum comentário: