CANAL DA AÇÃO CULTURAL

Loading...

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Cine Realidade na internet - 2ª Sessão. Acabou a Paz - Isto aqui vai virar o Chile - Escolas ocupadas em São Paulo

'Acabou a Paz': ocupação das escolas em SP vira tema de documentário

"Acabou a Paz–Isto aqui vai virar o Chile" conta a luta dos estudantes secundaristas contra a reorganização do ensino proposta pelo governo Alckmin.
por Redação RBA publicado 10/02/2016 12:27, última modificação 10/02/2016 13:20
reprodução/TVT
fernão
Escola Fernão Dias, em Pinheiros, a primeira a ser ocupada na capital, virou um dos símbolos do movimento

São Paulo – A luta dos alunos secundaristas contra a reorganização da rede estadual em São Paulo, no segundo semestre do ano passado, virou tema de documentário. O filme Acabou a Paz – Isto aqui vai virar o Chile estreou no Youtube, no  domingo (14), às vésperas da volta às aulas.
A ideia dos produtores do documentário é manter viva a memória dessa luta do movimento estudantil que teve repercussão em todo o país. Carlos Pronzato, cineasta e escritor argentino radicado no Brasil, Lucas Duarte, professor e videoativista, e Caio Finato, videodocumentarista, são os idealizadores.
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) pretendia separar as escolas por ciclos, o que levaria ao fechamento de ao menos 93 unidades, provocando a transferência de milhares de alunos.
Os estudantes, que não foram consultados, não aceitaram o plano, e acabaram por ocupar um total de mais de 200 escolas em protesto. Após confrontos com os estudantes e repressão por parte da Polícia Militar, o governo Alckmin recuou e anunciou a suspensão da reorganização.
"Fica o exemplo. Os estudantes são a garantia de renovação na política. Seria bom se mantivéssemos o espirito estudantil a vida toda", afirma Carlos Pronzato.
Lucas Duarte lembra que a ocupação das escolas em São Paulo foi inspirada pela Revolta dos Pinguins, uma série de mobilizações dos estudantes secundaristas chilenos em 2006. "Eles mostraram para gente que as pessoas têm que se importar com a molecada. Eles é que vão construir isso aqui daqui para frente", afirma Caio Finato.



ASSISTA TAMBÉM:

 CINE REALIDADE NA INTERNET. 1ª Sessão

E também: 

 Documentário independente produzido em 2015 pelo músico e videomaker Jimmy Bro.
O filme busca retratar o movimento de ocupações nas Escolas Estaduais de SP, realizado pelos estudantes secundaristas em resposta ao plano de reorganização escolar proposto pelo governo do estado.

Realizado em pouco mais de uma semana, o objetivo foi reforçar a voz desse movimento enquanto ele ainda acontecia, revelando um pouco de como foi essa inspiradora luta, a partir do ponto de vista pessoal de alguns dos ocupantes.
É possível perceber que as ocupações, nascidas como uma reação ao possível fechamento de escolas, foram além e tiveram um impacto muito maior do que o imaginado na vida desses jovens, que estão fazendo a verdadeira reorganização, nas escolas, na política e nas próprias vidas.

 

 

  O ano em que os estudantes da rede pública de São Paulo entraram para a história.
Tudo começou com o anúncio de uma reforma no ensino da rede pública estadual. Uma reorganização, para usar o termo do governador Geraldo Alckmin, que prevê o fechamento de 94 escolas, a transferência de 311 mil alunos para outras unidades e a formação de ciclo único em outras 754.
O Caminhos da Reportagem “Anjos Rebeldes” mostra que entre a teoria da reforma – melhorar o desempenho dos alunos da mesma faixa etária e otimizar os prédios com ociosidade – e a prática para pais, alunos e professores, existe um abismo.
As famílias alegam problemas de deslocamento e a impossibilidade mais evasões da escola. Especialistas discordam das medidas por acharem que a separação por ciclos limita o aprendizado e a convivência entre estudantes.
O maior protesto foi dos alunos que ocuparam cerca de 200 escolas e mostraram que são capazes de uma mobilização, esta sim, organizada.
Durante quase um mês, os estudantes contaram com o apoio de pais, professores e voluntários. Os alunos da rede pública tiveram contato com aulas de conteúdos que não estão na grade curricular de ensino: racismo, sistema carcerário, igualdade de gênero, além de shows, teatro e saraus de poesia.
“Anjos Rebeldes” acompanha também a violência da polícia militar contra estudantes e professores que protestaram dentro e fora das escolas. Tiro, porrada e bomba contra aqueles que questionam o atual sistema de ensino.

 "Diário da Ocupação" é um documentário independente produzido em parceria pela Black Horse Filmes e Fixar Imagens .
Em dezembro de 2015 um grupo de alunos contrários a polêmica reorganização escolar do governo do estado, ocupa a maior e tradicional, escola publica de Itapira: Escola Estadual Elvira Santos de Oliveira. O documentário conta a história do agitado dia da desocupação dos alunos militantes.
Dedicado a todos que lutam pela educação no Brasil e no mundo!
Black Horse Filmes: https://www.facebook.com/blackhorsefi...
Fixar Imagens: https://www.facebook.com/fixarimagens/

 

 Faça parte da rede que apoia os estudantes em 2016. Inscreva-se em: bit.ly/todoscomosestudantes

Nenhum comentário: