CANAL DA AÇÃO CULTURAL

Loading...

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Play list "A gente precisa conhecer o Brasil" - Brasil - Pátria Educadora


 Composta por Ary Barroso e lançada nos anos 40, Aquarela do Brasil é provavelmente o mais conhecido exemplar do chamado samba-exaltação. Empolgante e com letra que louva as belezas tropicais. Até a orquestra de Ray Conniff a gravou. 
  
 Composta por Maurício Tapajós e Aldyr Blanc, Querelas do Brasil é uma crítica ácida à situação política do Brasil nos anos 70. A gravação de Elis Regina é excepcional, ressaltando o tom irônico e apimentado da ótima letra do poeta Blanc, conhecido por suas parcerias com João Bosco

Notícias do Brasil (Os Pássaros Trazem)-  Milton Nascimento 

Coisas do Brasil - Guilherme Arantes

 Do Brasil- Vander Lee

Meu País- Zezé Di Camargo & Luciano

 Brasil (ao vivo) -Cazuza- Show Teatro Ipanema 1987 

 O saudoso roqueiro escreveu em parceria com Nilo Romero e George Israel em 1988 a música Brasil, um protesto irado contra a hipocrisia da política e da elite do nosso país. Sua gravação é definitiva e se tornou um de seus grandes sucessos. A releitura de Gal Costa foi tema de abertura da novela global Vale Tudo.

  Que país é esse? - Legião Urbana-  (Clipe Oficial)

  Brasil É O País Do Suingue-  Fernanda Abreu

 Composta e lançada por Fernanda Abreu na década de 90, Brasil é o País do Swing é uma profissão de fé no brasileiro no que ele tem de mais característico, que é a ginga e o jogo de cintura. A letra é quilométrica, tipica do rap, e o arranjo mistura esse gênero com o samba, em uma fusão que se mostra dançante e alto astral.

 País Tropical -  Jorge Ben

 Um dos maiores sucessos de Jorge Ben Jor, País Tropical é outra canção de louvação ao que o Brasil tem de melhor, e também foi lançada no auge da Ditadura Militar.

 Faixa a faixa 12 - Outros viram - Banda Larga Cordel - Gilberto Gil 

Outros Viram

 Darcy Ribeiro - Nova Roma

“Os soldados saíram de Roma há 2000 anos, chegando à península ibérica latinizaram os índios. Ficaram dormindo 1500 anos lá. Depois saltaram pra cá, falando a língua dos romanos e aqui essa língua dos romanos se expandiu. Por esse povo que é de 160 milhões e é o maior dos povos latinos. É mais que França somada com Itália, com Portugal, com Espanha, com România. Quem mais representa como massa humana a latinidade somos nós, os mestiços brasileiros. Nesse sentido, nós somos a nova Roma, uma Roma que o mundo vai ver espantado, no momento em que vir que nossas possibilidades [são] tantas, que resolveram problemas elementares: que todo mundo coma todo dia, que toda criança tenha uma escola, que se faça aquelas reformas urbanas e rurais, pra que a terra seja acessível pra quem trabalha, pra que as cidades sejam uma morada dos homens, cordial. Nesse dia vai florescer no mundo uma civilização diferente, que nunca ninguém viu. Ao lado dos eslavos, milhões de eslavos, ao lado dos neo-britânicos, milhões... ao lado dos chineses, milhões... dos árabes, milhões... de outros milhões, existirá essa face morena”. Darcy Ribeiro. Depoimento para o filme O Povo Brasileiro, de Iza Ferraz.

 Blogs sobre canções 

http://tuliovillaca.wordpress.com/

 Play list temáticas - Embrião da rádio web da Ação Cultural

Nenhum comentário: