CANAL DA AÇÃO CULTURAL

Loading...

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Marta Suplicy participa de evento que consolida a gestão compartilhada dos CEUs em São Paulo

07.02.2014
A ministra da Cultura, Marta Suplicy, foi ovacionada pela plateia presente em evento que comemorou os 10 anos de existência dos CEUs em São Paulo. Na ocasião, o prefeito Fernando Haddad assinou um decreto que garante a gestão compartilhada dos CEUs, visando integrar ações articuladas entre as secretarias da Cultura, Esporte, Educação e Desenvolvimento Urbano do município. Com a iniciativa, os CEUs passam a fazer parte de uma rede estruturada que alia o planejamento urbanístico à programação cultural, esportiva e educacional de qualidade, com o objetivo de aumentar a inclusão social nas comunidades.
O evento ocorreu nesta sexta-feira (7), no CEU Jambeiro, no Jardim Moreno, na zona leste de São Paulo, justamente no primeiro centro inaugurado por Marta Suplicy em 2003, durante sua gestão como prefeita de São Paulo. Uma década depois, São Paulo já conta com 45 CEUs em funcionamento e tem previsão de instalar 29 novas unidades até 2016.
Em seu discurso, o prefeito Fernando Haddad elogiou a visão e pioneirismo da ministra. "Nós pensamos isso como uma homenagem para você, Marta, e a população entendeu assim", disse Haddad, logo após o discurso da ministra e a salva de palmas do público. Emocionada, a ministra se disse orgulhosa do trabalho iniciado em sua gestão como prefeita e continuado por Haddad. "Que bom que nós tivemos a ousadia de construir esses espaços, porque os CEUs abrem janelas fantásticas para a vida das pessoas", disse ela.
A concepção de administração compartilhada dos CEUs era um conceito já presente no início do projeto e retomado, agora, com a criação do Comitê Intersecretarial de Gestão Compartilhada dos CEUs. Estavam presentes na assinatura do decreto os secretários César Callegari, da Educação, Celso Jatene, de Esportes, Lazer e Recreação, Fernando de Melo Franco, do Desenvolvimento Urbano, e Juca Ferreira, da Cultura.

Os secretários aproveitaram suas falas para dar crédito à ministra pelo esforço inicial na implementação destes modernos equipamentos culturais em São Paulo. "Este é um dia histórico para a gestão de Haddad, pois estamos retomando a ideia de uma das melhores iniciativas que aconteceram na Cultura nos últimos anos, os CEUs", disse Juca Ferreira. "Parabéns à ministra que iniciou esse processo importante", congratulou o secretário.
A ministra relembrou as dificuldades iniciais para lançar o projeto e ressaltou o obstáculo de encontrar terrenos disponíveis na cidade para a construção dos primeiros centros. Por isso, ela elogiou a estratégia da atual gestão de reaproveitar os Clubes da Comunidade (CDC), administrados pela secretaria de Esportes, Lazer e Recreação, para a inauguração de novos CEUs, que vão requalificar e ampliar o uso destes espaços públicos.
"O CEU foi uma política inovadora (...) e virou um paradigma para todo o Brasil", disse Marta Suplicy, quem, enquanto ministra da presidente Dilma Rousseff, tem o objetivo de instalar 340 CEUs das Artes e dos Esportes em todo o País, entre os quais 76 serão inaugurados apenas no Estado de São Paulo. Os Centros de Artes e Esportes Unificados são equipamentos culturais que, apesar de não preverem o eixo educacional como os CEUs municipais paulistanos, têm a mesma aspiração de servir como espaços públicos de convívio comunitário, cultural e esportivo, visando a maior integração social das regiões em que atuam.
Segundo Marta, os CEUs das Artes e Esportes são espaços mais modestos, com uma infraestrutura menor que em alguns CEUs de São Paulo, mas atuam em lugares tão carentes quanto eram os primeiros centros unificados paulistanos. "Em algumas comunidades, será a primeira oportunidade da população ir ao cinema e ter acesso à arte", disse a ministra. "As pessoas que passaram a frequentar os primeiros CEUs há 10 anos não são as mesmas e têm outras exigências de qualidade. Elas querem mais".  Para estimular o florescimento cultural nas pequenas cidades brasileiras, o MinC apoia o projeto de instalação do Sistema Nacional de Cultura, que segundo a ministra funcionará como o "SUS da Cultura", ao garantir o repasse de verba para as prefeituras de forma a garantir o  investimento cultural nos municípios de todo o Brasil.
A inclusão social por meio da Cultura também é um objetivo de outros projetos do MinC lançados por Marta Suplicy em sua gestão e citados por ela em seu discurso,  como o Vale Cultura, os editais para produtores negros e as Incubadoras de Economia Criativa, instaladas em parceria com o SEBRAE, universidades federais, ministérios e bancos públicos. "A cultura no País está indo bem. Estamos com um projeto que é característico do Lula e do governo Dilma, que é pensar a inclusão social. Estamos focados nisso, para que o povo tenha maior acesso à cultura e para expandir a produção cultural dos menos favorecidos". 
Texto: Carolina Toledo
Edição: Ascom/MinC
Foto: Luiz Murauskas

Os CEUs na wikipédia  AQUI
pesquisas acadêmicas  Aqui,
Aqui  
Aqui 
Aqui 
Aqui 
-------------------------------------------------------
CEUs no Youtube   AQUI
Aqui 
Aqui 
Aqui - Hino aos CEUs - Gereba e Dominguinhos

-----------------------------------------------

 Mais um CEU das Artes é inaugurado em SP
06.02.2014
Na manhã desta quinta-feira, 06, a ministra Marta Suplicy anunciou uma parceria entre Ministério da Cultura (MinC) e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) que visa a transformação dos telecentros dos CEUs – Centro de Artes e Esportes Unificados - em Laboratórios Multimídia. De acordo com a ministra, "os espaços terão infraestrutura e estímulo para a produção de conteúdos digitais". A ideia é promover a interface entre Cultura e Tecnologia na produção de games, aplicativos, vídeos, áudio, entre outros.
O anúncio aconteceu durante a inauguração do CEU do município de Itapira, cidade do interior de São Paulo. A população local compareceu em grande número e foram muitas as apresentações artísticas durante a cerimônia inaugural. O equipamento é o sexto entregue à população de um total de 76 no Estado. Serão 360 no Brasil. 
Durante a inauguração, Marta Suplicy esteve acompanhada do prefeito da cidade, José Natalino Paganini; lideranças políticas locais; além do Secretário de Economia Criativa (SEC) Marcos André Carvalho – a SEC tem sido responsável pela programação dos CEUs durante os seis primeiros meses de funcionamento. Estiveram presentes, também, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Carlos Henrique Custódio; os deputados João Paulo Rillo; Gerson Bittencourt; José Mentor e Antonio Mentor.
CEU das Artes - " um novo conceito de Brasil"
"O CEU já vem com a capacitação de um gestor da prefeitura e dois da comunidade para garantir que a comunidade se aproprie e cuide do espaço", explicou Marta Suplicy. A estrutura do CEU de Itapira, construído com recursos do PAC, reúne em uma área de 3.000 m² dois edifícios multiuso, com CRAS, salas multiuso, biblioteca, telecentro, cineteatro / auditório com 60 lugares, quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica, playground e pista de caminhada.
"O CEU faz parte de um novo conceito de Brasil. É raro encontrar um equipamento tão completo como ele.", disse o deputado João Paulo Rillo, que também é presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).
Carlos Henrique Custódio reforçou o argumento do deputado: "O CEU é um passaporte para o Futuro". A unidade de Itapira é construída em frente a um projeto do Minha Casa, Minha Vida que, segundo lembrou Custódio, em sua fase 1 está entregando 859 unidades habitacionais para o bairro – 300 já entregues e o restante já em construção.
O prefeito de Itapira, José Natalino, reforçou a importância da construção do CEU naquele bairro, que, segundo informou, "ao final das entregas das casas, passará a ter 10 mil habitantes."
Alimento da Alma
A ministra ainda falou sobre o Vale-Cultura e outras iniciativas do MinC para a inclusão social dos brasileiros por meio da Cultura. Marta Suplicy lembrou que, ao ser eleito, o ex-presidente Lula tinha como uma de suas metas garantir 3 refeições diárias para todos no País. Segundo Marta, hoje, "o Brasil vai erradicando a fome do povo e levando cultura para alimentar, também, a alma dos brasileiros".
Texto: Thiago Esperandio / Ascom MinC
Edição: Ascom/MinC
Fotos: Leo Santos

Os CEUs das Artes  AQUI

Nenhum comentário: