VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sábado, 10 de maio de 2014

Mostra A América por John Ford tem exibição gratuita no Cine Vitória

Programe-se para a mostra América por John Ford
Sábado,10
SESSÃO 7 | 14h30
A MOCIDADE DE LINCOLN - 100 MIN
SESSÃO 8 | 16h30
AS VINHAS DA IRA - 129 MIN
SESSÃO 9 | 19h
MÉDICO E AMANTE - 98 MIN
Domingo,11
SESSÃO 10 | 14h30
O PRISIONEIRO DA ILHA
DOS TUBARÕES - 96 MIN
Mediação: Jornalista e Cinéfilo Ivan Valença
Tema: Imprima-se a verdade
SESSÃO 11 | 17h
JUIZ PRIEST - 96 MIN
SESSÃO 12 | 19h
RASTROS DE ÓDIO - 119 MIN
Terça,13
SESSÃO 13 | 14h
NO TEMPO DAS DILIGÊNCIAS - 97 MIN
Mediação: Profª Mestra Maíra Ezequiel, UFS
Tema: No tempo das diligências e a alvorada da linguagem
clássica hollywoodiana como a conhecemos até hoje
SESSÃO 14 | 17h
RASTROS DE ÓDIO - 119 MIN
SESSÃO 15 | 19h20
O PRISIONEIRO DA ILHA
DOS TUBARÕES - 96 MIN
Quarta,14
SESSÃO 16 | 14h
AS VINHAS DA IRA - 129 MIN
SESSÃO 17 | 16h30
O HOMEM QUE MATOU
O FACÍNORA - 119 MIN
SESSÃO 18 | 19h
NO TEMPO DAS DILIGÊNCIAS - 97 MIN



Mostra A América por John Ford tem exibição gratuita


 A mostra, composta por oito obras, esforça-se em apresentar John Ford como um diretor capaz de filmes com temáticas diversas, mas alicerçadas na história norte-americana. A entrada é franca.

O evento exibe uma coletânea de filmes que recupera as importantes produções do famoso cineasta norte americano. Considerado um dos diretores mais premiados na história do Oscar, o americano John Ford teve seu auge entre as décadas de 30 a 60, e ficou conhecido, principalmente, pelos seus westerns (faroeste)

John Ford foi um dos pioneiros a trabalhar com o som, realizando o primeiro filme inteiramente falado da Fox, “O barbeiro de Napoleão” (Napoleon's Barber, 1928), atualmente perdido. Conquistou enorme notoriedade e se consolidou como um dos mais importantes diretores do cinema americano. 
Local: Auditório (165 lugares)

O Homem que Matou o Facínora

Informação: 1940 / 119 min. / Preto e Branco

O advogado Ransom Stoddard (James Stewart) chega a uma pequena cidade do velho oeste dominada por um pistoleiro violenti chamado Liberty Valance (Lee Marvin). Para combatê-lo Tom Doniphon (John Wayne) se apresenta como um caubói determinado. Stoddard volta então a essa cidade para enterro de seu valente amigo; para restaurar sua imagem vitoriosa, já que a história de Donephon havia caído no esquecimento; e para trazer à tona a verdade sobre a morte do vilão Liberty Valance.

No Tempo das Diligências

Informação: 1939 / 119 min. / Preto e Branco

No tempo das diligências é uma das obras mais aclamadas de John Ford; considerada uma obra-prima do faroeste. No caminho para a cidade de Lordsburg viajam em uma carruagem um banqueiro corrupto, um médico alcoólatra, uma prostituta, a esposa de um oficial, um jogador decadente, um rígido xerife, um condutor abobalhado, um vendedor de bebidas e um fora da lei que fugiu da cadeia. Diversos conflitos são deflagrados enquanto um clima de tensão permeia todo o percurso, pois um ataque indígena pode acontecer a qualquer momento. 

Rastros de Ódio

Informação: 1956 / 119 min. / Colorido

Ethan, personagem de John Wayne, após anos lutando pelos conferedados, regressa ao rancho de seu irmão. Enquanto isso, a região está mergulhada em conflitos com os índios, que de tanto sofrerem com ataques dos norte-americanos resolvem pagar na mesma moeda. Os Comanches realizam um violento ataque, assassinando toda a família de Ethan e raptando as suas duas sobrinhas. Ele inicia uma perseguição implacável aos assassinos, em busca de sua sobrinha, raptada para se tornar esposa do líder da tribo. 

A Mocidade de Lincoln

Informação: 1962 / 119 min. / Preto e Branco

Neste filme Ford aborda a juventude se seu ídolo, o ex-presidente do Estados Unidos, Abrahsm Lincoln, em especial a formação do seu caráter. A história do filme é simples, narra o apreço de Lincoln pelo Direto e seu desdobramento na carreira política. A pesar de gozar de certo reconhecimento, sua fama só viria após um incidente em que dois irmãos matam um homem em legítima defesa. Após o assassinato, entra em cena a figura de Lincoln, o homem do direito e da política, impedindo o linchamento e se tornando advogado de defesa dos acusados.  

Juiz Priest

Informação: 1934 / 96 min. / Preto e Branco

O tema central deste filme é a tolerância, para que o país consiga superar as diferenças políticas provocadas pela Guerra de Secessão. Priest, interpretado carismaticamente por Will Rogers, vai suavemente, falando sobre os outros personagens, muitas vezes falando sozinho, como se mais nada tivesse a fazer senão nos apresentar o universo social de Kentucky. 

A questão racial é tratada com muita sutileza, mas Ford, desde o começo do filme, estabelece a importância da integração interracial, de incorporar os negros em um novo estatuto social, mas mantém o caráter submisso e subalterno dos negros como mão de obra barata. 

O Prisioneiro da Ilha dos Tubarões

Informação: 1936 / 96 min. / Preto e Branco

Dr. Mudd é condenado por ter socorrido um homem com a perna quebrada, fato corriqueiro para um médico, não fosse esse homem o assassino do presidente Abraham Lincoln. O médico, é claro, desconhecia essa importante informação. O real assassino é morto e toda a ira popular recai sob oito suspeitos de serem cúmplices e que são rapidamente tomados como culpados que devem pagar pelo crime de assassinato ao presidente. Dr. Mudd é o único que não é executado, mas é condenado à prisão perpétua e é levado a Ilha dos Tubarões, localizada no meio do oceano. Na ilha, o médico se encarregará de combater uma terrível doença.

As Vinhas da Ira

Informação: 1940 / 129 min. / Preto e Branco

História clássica, baseada o livro de John Steinbeck, que se passa no auge da Depressão, no final dos anos 1930. Uma grande família de arrendatários é expulsa de suas terras no norte e parte para procurar emprego no sul. O filme gira em torno de três personagens-chave: Tom Joad, Casy, Mãe Joad. Tom está retornando para a família após um período de quatro anos na cadeia, Casy é um ex-pregador religioso e Mãe Joad é matriarca lutadora que não mede esforços para manter sua família. Todos são lançados à famosa Rota 66 ruma a uma Califórnia idílica.

Médico e Amante

Informação: 1931 / 98 min. / Preto e Branco

O talentoso médico Arrowsmith (Ronald Colman) abre mão de sua promissora carreira de cientista para ser médico em Dakota do Sul, cidade natal de sua esposa. Mas seu trabalho de cientista é resgatado quando ajuda um fazendeiro e consegue eliminar uma doença que havia afetado suas vacas. A competência de Arrowsmith como cientista o leva ao mais elevado instituto de pesquisa de Nova York. Lá é destacado às Antilhas para resolver um caso de epidemia de peste bulbônica, onde o trabalho de médico e cientista se mistura. Arrowsmith fica então dividido entre uma função e outra. O médico controla a doença, mas perde a mulher e os amigos. 

Nenhum comentário: