VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Filme produzido por alunos do Júlia Teles é selecionado para exibição em festival no Rio

2/08/2015 12:35 (214 acessos)
 Fonte: Portal da SEED-SE


O curta-metragem Flores do Jardim, produzido por alunos da Escola Estadual Júlia Teles, foi selecionado para exibição no Festival Visões Periféricas que ocorrerá no Rio de Janeiro, entre os dias 18 e 23 de agosto.

O filme é resultado do projeto Inventar a diferença da Universidade Federal Fluminense (UFF), que em parceria com a escola realizou junto aos alunos, no ano de 2014, uma oficina de cinema e vídeo.

Levy Pacheco, que na época estudava no Júlia Teles, juntamente com o professor Zezito de Oliveira, embarca para a capital fluminense, no próximo dia 20, para fazer a apresentação do filme.

Essa é a primeira vez que um filme produzido por alunos sergipanos participam deste importante festival que revela talentos e geram reflexões de forma lúdica e criativa sobre questões da atualidade.

O estudante Levy Pacheco explicou que sempre gostou de cinema e quando, juntamente com seus colegas, teve a oportunidade de fazer a oficina não pensou duas vezes em se inscrever.

"É muito bom a escola desenvolver um projeto como este que nos ensina de forma diferente saindo da sala de aula e fazendo na prática o que aprendemos na teoria", disse o aluno.

Ele explicou que o filme Flores no Jardim faz uma caricatura da mídia policial de Sergipe. "O roteiro nasceu da necessidade de se criar uma voz que rebatesse a mídia que tanto estigmatiza a comunidade em que a escola está inserida. Tivemos a orientação dos professores Zezito e Wladimir Guimarães e aulas com a cineasta Gabriela Caldas. O resultado foi este vídeo que ficou muito bonito e vai ser visto por muita gente", disse o aluno.

Para o professor Zezito de Oliveira, projeto como este o que aconteceu no Júlia Teles dever ser estimulado e acontecer em outras unidades escolares. "O nosso jovem está imerso na cultura áudio-visual e a escola ainda está muito presa a linguagem escrita e verbal, isso gera um choque cultural e de geração. Por isso a importância de projeto que é criar um diálogo com a turma de forma mais produtiva e eficaz. O pontapé inicial já foi dado e o resultado foi surpreendente", disse o professor.

Zezito de Oliveira salientou que o os custos da viagem do estudante Levy Pacheco foi todo por conta da organização do Festival.

"Porém, a minha participação neste importante festival foi viabilizado pela Secretaria de Estado da Educação que garantiu minha passagem aérea e ajuda de custo para eu acompanhar Levy", informou o professor.


Olha que legal, o filme “Flores do Jardim”, produzido por nossos alunos da Escola Estadual Júlia Teles, em Nossa Senhora do Socorro, foi selecionado e será exibido no Festival Visões Periféricas, no Rio de Janeiro.

Essa é a primeira vez que um filme produzido por alunos sergipanos participa deste importante festival que revela talentos. Estamos muito orgulhosos, parabéns meninos da Escola Estadual Júlia Teles pelo trabalho, vocês merecerem o reconhecimento!

Nenhum comentário: