CANAL DA AÇÃO CULTURAL

Loading...

terça-feira, 24 de junho de 2014

Nostalgia que bate um bolão - Filme Meninos de Kichute no Cine Vitória

Crítica
Susana Schild
O Globo | 12:41h | 05.JUN.2014
Foi preciso uma Copa do Mundo para tirar do fundo da rede  Meninos de kichute, concluído em 2009 e que soma infância e futebol — ingredientes aparentemente de fácil identificação com o grande público, mas de difícil apelo nas bilheterias.

Inspirado em livro de Márcio Américo, o diretor Luca Amberg convida o espectador a uma viagem no tempo — meados dos anos 70 — e ao interior paulista onde uma turma de meninos, indiferentes à ditadura militar, vive uma infância de antigamente. Entre aulas de Moral e Cívica, o campinho de futebol e álbum de figurinhas, eles correm atrás de singelas transgressões, se possível com o tênis Kichute nos pés.

Com tom assumidamente nostálgico, enfatizado por trilha com vários hits de época e tipos marcantes de pequenas cidades, o filme se detém nas aventuras de Beto (Lucas Alexandre), que sonha em ser goleiro, apesar da oposição do pai (Werner Schünemann) e ambivalência da mãe (Vivianne Pasmanter). Com bom nível de realização e equilíbrio entre pequenos dramas e humor, destaque para o elenco infantil: com muita espontaneidade, as crianças batem um bolão.

Diretor: Luca Amberg. Elenco: Vivianne Pasmanter, Arlete Salles, Paulo César Pereio, Werner Schünemann, Lucas Alexandre, Mario Bortolotto ------ País de Produção: Brasil (2010) Aventura. Classificação: Livre


PROGRAMAÇÃO
Meninos de Kichute – 12 anos – 102 min




Nenhum comentário: