VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Em 2016 teremos mais uma vez "A OFICINA DE DANÇAS CIRCULARES MAIS BONITA DA CIDADE"


COLETIVO AÇÃO CULTURAL PROMOVE A EDIÇÃO 2016 DA OFICINA DE DANÇAS CIRCULARES DOS POVOS.


Desde meados dos anos 2000, para alimentar a chama das rodas de danças circulares em Aracaju , a Ação Cultural promove a edição anual da oficina de danças circulares, sob a coordenação de Àlvaro Pantoja , que integrou o extinto Cenap, um pioneiro e criativo coletivo de arte educadores populares , responsável por uma das mais importantes portas de entrada para as danças circulares dos povos em nossa região.


Esta edição 2016, terá como local de realização a Comunidade Bom Pastor,  localizada à Rua Efrem Fernandes Fontes, 65- Bairro Santos Dumont, próximo ao Terminal Rodoviário Maracaju .

 O valor da inscrição é de R$200,00, incluindo CDs e apostilas com as músicas do encontro. Quem antecipar o pagamento até 15 de maio pagará apenas R$180.00.
Quem realizar duas inscrições, a sua e a de um amigo, terá um desconto de R$20.00 e o amigo R$10.00. Ficando o pagamento em R$ 160.00 e R$170.00 até 15 de maio.

Depois. -  R$180.00 e R$190.00 para pagamento casados.

Importante 
 Há custos adicionais de gravação do DVD e de alimentação, almoço e lanche, para quem tiver interesse.

Dados da conta para depósito do pagamento

Banco do Brasil
Agencia: 1224-6
CC 35811-8
Irene do Socorro Smith Correa

Público a que se destina: Educadores (as), técnicos (as), agentes sociais e culturais e pessoas de diferentes áreas interessadas na integralidade do ser humano e em conhecimentos que potencializem a revitalização das pessoas e experiências pedagógicas e de cura.


Sobre o focalizador da oficina de danças circulares


Àlvaro Pantoja é  Educador/Formador, licenciado em Filosofia e doutor em Ciências da Educação. Durante 15 anos foi membro do coletivo de educadores/formadores do Centro Nordestino de Animação Popular (CENAP), com atuação no campo das metodologias do trabalho social e educativo. Desde 2001 tem atuado como focalizador em rodas, encontros, ateliers/workshops e cursos de Danças Circulares, em diversas cidades do nordeste brasileiro (Recife, João Pessoa, Aracaju, Maceió, Teresina, São Luis, Fortaleza e Sobral);  desde 2009 na cidades do Porto e Braga (Portugal).

Para participar, siga as instruções abaixo:
1- Efetue o pagamento de sua inscrição;
2- Preencha a ficha abaixo com todos os dados solicitados (incluindo a data e o número do depósito);
3- Envie-a para o seguinte e-mail: zezitodeoliveira@gmail.com

Data do Depósito: ......................
Número de documento/depósito: ..............................

Nome.:.............................................................................................................

End.:............................................................Bairro.:........................................

Cidade.:.........................................CEP.:........................................................

Tel.:................................ E-mail.:....................................................................

Instituição/Organização/Entidade:...................................................................


OBS.: Pedimos que sua confirmação de inscrição e depósito seja efetuada o quanto antes para que possamos nos organizar com antecedência para o Encontro!!! É IMPORTANTE ,portanto, esse retorno por e-mail! Agradecemos desde já a compreensão, a colaboração e a participação de todos!
Mais informações: Irene Smith - 9836-1945 (vivo) - Maxivel Ferreira 8815-1116 (Oi) - Zezito de Oliveira -  zezitodeoliveira@gmail.com 

 ATENÇÃO!!!



A comunidade bom pastor está localizada próximo ao Terminal Rodoviário da Av. Maracaju no bairro  Stos. Dumont.
O acesso ao local de realização da oficina de danças circulares partindo do centro,  deve ser feito através da Av. Visconde de Maracaju, sentido Soledade, Lamarão e Conj. João Alves. Ao passar em frente ao terminal Maracaju, entrar na segunda rua a direita após o terminal, na esquina desta segunda rua encontra-se a Igreja Adventista. Esta rua é a Efrem Fernandes Fontes, no numero 65 está localizado a comunidade bom pastor, que fica localizada a  250 metros da Igreja Adventista.

Como foi a edição 2015



É nós, na oficina de danças circulares mais bonita da cidade.


Contando com a maior quantidade de pessoas em uma oficina colaborativa de danças circulares promovida pela Ação Cultural, desde a primeira, realizada no ano de 2004, esta 7ª edição de 06 e 07 de junho de 2015 foi bastante satisfatória.

Para isso, foi de grande importância a colaboração das pessoas, nos bastidores, em forma de mutirão, a partir de uma visão de economia solidária, a qual combinou trabalho voluntário e trabalho remunerado do focalizador, com base no conceito de ganha-ganha e preço justo. Outras despesas também aconteceram com base nisso, como foi o caso das diárias da comunidade Bom Pastor e do taxista, que ficou à disposição da equipe de produção, etc.

Segundo o coordenador geral da equipe responsável por esta oficina colaborativa, Maxivel Ferreira, o evento dançante foi um sucesso: "A Oficina de Danças Circulares dos Povos superou minhas expectativas (ainda que elas tenham sido sempre positivas!) e renovou meu espírito para essa tão prazerosa atividade. Sou grato a todos pela maravilhosa oportunidade de estar entre pessoas tão alegres, agradáveis, e tendo como facilitador um amigo tão talentoso e dedicado. Foi uma experiência vivificante, singular, e que certamente nos possibilitará novos belos encontros, novas partilhas e aprendizados nesse sempre dinâmico círculo de alegria, paz e meditação!"

Para Vera Lúcia, participante da oficina, o evento também foi muito positivo: "Aprendi que as danças circulares não é apenas dançar. É um autoconhecimento, pois nela integramos ritmo, concentração, postura, leveza e harmonia entre os passos com todos os outros integrantes, como também o prazer de aprender novos conhecimentos. Para mim foi dez. E pretendo continuar."

Já Luiz Joacy afirma: "Recomendo a quem puder participar de rodas de danças circulares, pois além de serem gostosas e não exigirem nenhum conhecimento prévio de dança (são danças coletivas que se dança em círculo), são terapêuticas. "

Além da oficina, a Ação Cultural é ao mesmo tempo parceira e integra, por meio de dirigentes e colaboradores, o grupo de Danças Circulares, o qual promove mensalmente uma roda de danças em um dos anexos da Igreja São Francisco de Assis, no bairro Santos Dumont.

Reportagem da Tv Aperipê sobre a oficina de danças circulares de 2011
 

 

Nenhum comentário: