VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

domingo, 4 de agosto de 2013

Escola em Sergipe é incendiada,


  • Arte dos alunos do Júlia Teles, inspirada no tema, "A escola que queremos."

     A Escola Estadual Júlia Teles localizada no Conjunto Jardim, município de Nossa Senhora do Socorro foi incendiada por vândalos. De acordo com informações de estudantes da escola, participantes de oficinas do ponto de cultura na área do audiovisual em 2012.

    O incêndio aconteceu na noite deste sábado (03/08). Embora pareça absurdo, há alguns anos atrás, fatos “estranhos” como este, inclusive incêndio, levou a destruição completa de um Caic próximo ao local onde a  escola está localizada. O que também é “sinistro” é o fato da população local, atribuir a culpa a alguns moradores de má índole, tão somente.

    Esta semana uma menina ligada a oficina de dança foi atingida com uma bala perdida na mão direita, por pouco não seria ferida na face ou na cabeça, porque o projétil a atingiu quando fechava o portão de entrada da sua residência.

    Alguns moradores já  reivindicaram   um posto de policia comunitária a secretaria de segurança, no entanto, as autoridades policiais alegam  não dispor de efetivo para manter policiais 24 horas em um local fixo na localidade. 


    Por outro lado, não há uma politica de prevenção integrada envolvendo os poderes públicos   municipal, estadual e federal para enfrentar as causas do problema da violência e da criminalidade na região. 

    Sendo uma destas ações,  a construção e manutenção de escolas com padrão de qualidade suficiente para manter as crianças e adolescentes o dia todo, nos moldes do que acontece com o Vitória de Santa Maria no bairro conhecido também como Terra Dura ou como nas escolas chamadas de centros de excelência.

     

    Leia também:

     http://acaoculturalse.blogspot.com.br/2013/07/pais-alunos-e-professores-pedem-reforma.html

     NEM TUDO SÃO FLORES NA ESCOLA DO JARDIM! AQUI
     
    Umas das ações que podem contribuir na  prevenção do problema é a construção da primeira creche municipal, obra com recursos federais e que se arrasta há algum tempo. Outra ação,  poderia ser um complexo de cultura e de esportes para contemplar adolescentes e jovens, principalmente e a prefeitura foi contemplada pelo programa Centro de Cultura e Esportes (CEU), no ano de 2010, conforme o site do Ministério da Cultura, porém não prosseguiu com os trâmites necessários para a construção desse importante equipamento cultural.
    O governo federal declara dispor do programa Juventude Viva, para combater  juntamente  com estados e municipios,  a violência que acomete a juventude  e Socorro está contemplado, porém o  programa não desce até o chão.
      

Nenhum comentário: