CANAL DA AÇÃO CULTURAL

Loading...

sábado, 27 de julho de 2013

Dominguinhos nos braços da paz.




 

 

 

 

 

Fonte: Revista Rolling Stones 

 Edição 57 - Junho de 2011 - clique aqui

Urbanização do Forró

Documentário Dominguinhos, Volta e Meia busca mostrar a universalidade do “filho postiço” de Luiz Gonzaga

----------------------------------------------------------------------

 Neste Domingo, 28 de Julho, o Conexão Roberto D´Ávila homenageará o Rei da sanfona, Dominguinhos, que nos deixou nesta terça-feira. O programa, gravado em 2004, traz um Dominguinhos animado e de sanfona no colo, tocando composições como "Xodó" e "De volta pro aconchego". Domingo, 28 de julho, às 23:45 pela Tv Brasil.

 ---------------------------------------------------------------------

 Playlists


Em 1976, o casal Anastácia e Dominguinhos participa do programa MPB Especial, dirigido por Fernando Faro. Bernardino G. Novo / CEDOC FPA

Dominguinhos70

Juliana Leite | 23.07.20
Dominguinhos é um dos grandes sanfoneiros da história da música brasileira. Nascido em Garanhuns, interior de Pernambuco, filho do mestre Chicão, um famoso afinador e tocador de foles de oito baixos, José Domingos de Moraes toca sanfona desde os seis anos. Sua grande referência musical é Luiz Gonzaga. Aos oito anos, tem seu primeiro encontro com o Velho Lua em Pernambuco; mais tarde, aos 13 anos, já morando no Rio de Janeiro, ganha do ídolo uma sanfona e um novo batismo: o nome artístico Dominguinhos - até então apresentava-se com o apelido de infância Neném.

Aos 16 anos, o sanfoneiro faz sua primeira gravação: tocou a canção “Moça de feira” num álbum de Luiz Gonzaga. Em 1964 estreia em disco: Fim de festa, pela gravadora Cantagalo, que pertence a Pedro Sertanejo, pioneiro do forró em São Paulo e pai de Oswaldinho do Acordeon. Dois anos mais tarde, Dominguinhos excursiona pelo Nordeste com o padrinho Gonzagão. A cantora Anastácia integra a equipe do show. Mais tarde, Dominguinhos divide o altar e a autoria de sucessos como “Tenho sede” e “Contrato de separação”.

Em 1972, é convidado pelo empresário Guilherme Araújo para excursionar com Gal Costa e Gilberto Gil. O tropicalista é quem grava “Eu só quero um xodó”, composição de Dominguinhos e Anastácia. Em parceria com Gil, o sanfoneiro compõe os clássicos “Lamento sertanejo” e “Abri a porta”.
  • Lamento sertanejo - Dominguinhos

Interpretado por Elba Ramalho, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Chico Buarque e Djavan, Dominguinhos também é reverenciado por suas obras e discos instrumentais. Nesse universo, seu álbum mais recente é o que divide com o violonista Yamandú Costa (Yamandú + Dominguinhos, 2007).

Confira agora 10 sucessos desse cantor, compositor e instrumentista

  --------------------------------------------------------------------------------------

O cantor, compositor e instrumentista José Domingos de Morais, o Dominguinhos.

Dominguinhos

Da redação | 05.09.2012
Filho de Mestre Chicão – famoso tocador e afinador de foles de oito baixos – e afilhado musical de Luiz Gonzaga, o pernambucano José Domingos de Morais é autor de sucessos como “De Volta Pro Aconchego” e “Só Quero Um Xodó”.

Para quem ainda não associou o nome ao artista, esse tal José é Dominguinhos, cuja trajetória de sucesso é o destaque desta edição do programa Estúdio F, apresentado por Paulo César Soares.

__________________
Estúdio F – Momentos Musicais da Funarte
Dominguinhos  AQUI

Apresentado na RCB
 em 01 de setembro de 2012
Apresentação: Paulo César Soares
Roteiro: Cláudio Felício
-----------------------------------------------------------------------------------------
EXIBIÇÃO 01.09.2012, 19:00 | PRODUÇÃO 01.09.2012

Nenhum comentário: